Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Estante

Barbie (2023)

28
Ago23

Design sem nome (2).pngBarbie já sabia, não é um filme infantil para os fãs da boneca da Mattel. É um filme com um grande elenco – Will Ferrell, Margot Robbie, Ryan Gosling, America Ferrara, Issa Rae, Kate McKinnon, Simu Liu, John Cena a até Dua Lipa – e com uma grande realizadora – Greta Gerwig que coescreveu a fita com Noah Baumbach mas que parece ficar pela rama do que quer ser: uma comédia negra com críticas ao consumismo, culto da personalidade e superficialidade que a Barbie promove. Tem cenas com piada e tem no duo principal (mais em Gosling) um belo par de atores, mas em geral, fica aquém do que quer e podia ser...

Os Meus Dias na Livraria Morisaki (2023)

26
Ago23

Design sem nome (3).pngAos 25 anos, Tatako vê-se sem namorado e sem emprego e reaproxima-se de um tio excêntrico, com o qual não falava há anos. Mas, ele recebe-a de braços abertos e dá-lhe acesso ao pequeno apartamento que fica em cima da livraria da família. É assim que a jovem se apaixona pelos livros, pelo bairro de Jimbocho, onde há a maior concentração mundial de livrarias e se reaproxima do tio, a quem começa a conhecer como uma pessoa, e não como um parente distante que morava na memória. Afinal, Satoru, apesar de bem-disposto, também tem a sua história e os seus problemas, desde logo o súbito desaparecimento da mulher. Escrito com a habitual aparente simplicidade japonesa, Os Meus Dias na Livraria Morisaki, de Satoshi Yagisawa é um sucesso e percebe-se porquê: tem personagens apaixonantes e é uma ode aos livros.

A História de Roma (2022)

20
Ago23

Design sem nome (6).pngNão podia ter sido melhor o meu primeiro contacto com a escritora portuguesa Joana Bértholo. Não ajudou a diminuir o meu preconceito de que os autores portugueses usam demasiados floreados para contar histórias, mas floreados destes, só fazem bem ao leitor. Aqui, conhecemos uma história de amor que sabemos já ter terminado. Uma jovem portuguesa a viver em Buenos Aires conhece um artista local e nasce uma avassaladora paixão, que parece continuar para ela e acabar por ele. Quando vem ele a Lisboa, é hora de reviver a história, através de dois óculos bem diferentes. E sabemos que a história, ou fragmentos dela, viveram em paragens como Marselha ou Beirute. Pelo meio, outras histórias, de quem apareceu pelo caminho, como a excêntrica e rica Maria Francisca ou do desgraçado rapaz conhecido como Recoba. Um tesouro da literatura portuguesa contemporânea.

Bless This Mess (2019-2020)

18
Ago23

Design sem nome (7).pngNão é a história original, mas nem por isso perdeu a graça. Um casal de citadinos (no caso, vindos de Nova Iorque) deixa os seus empregos e recomeça a vida no campo. Ela, Rio (Lake Bell) era terapeuta e não hesita em largar tudo para acompanhar o marido, Mike (Dax Shepard) na ida para uma terriola no Nebraska, onde vivia uma tia de Mike que lhe deixou tudo. Mas o tudo, não é bem o que esperavam. A casa de campo está a cair e tem um simpático velhote a viver lá de graça e o terreno é infértil, o que é mau começo para quem quer ser agricultor. Os gags são previsíveis mas a série, que só não tem terceira temporada devido à pandemia que a ceifou, tem a sua piada.

Heartstopper - Livro 1 (2021)

17
Ago23

Design sem nome (8).pngAtirei-me ao primeiro volume de Heartstopper, o sucesso mundial que começou pela banda desenhada e evoluiu para uma série na Netflix. A história é simples, pelo menos no primeiro volume, com um rapaz de liceu a conhecer e a apaixonar-se por outro rapaz de liceu. Conta-se com um traço aparentemente simples. Mas apesar de parecer ser apenas mais uma história de amor, há uma genuinidade e ternura que faz com que também eu me junte à legião de fãs da série criada por Alice Oseman.