Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Estante

A Estante

Oppenheimer (2023)

09
Out23

Design sem nome.png

Oppenheimer é a mais recente obra prima de Christopher Nolan, génio cinematográfico, responsável por Dunkirk, Interstellar, O Cavaleiro das Trevas Ressurge, A Origem ou O Terceiro Passo. O título não deixa espaço para dívudas e refere-se a Julius Robert Oppenheimer, para sempre conhecido como “pai da bomba atómica”. Com efeito, acompanhamos os trabalhos em Los Alamos, cidade construída para servir de base a cientistas de todo o mundo em busca, no Novo México, de criar uma bomba antes que os “outros” o conseguissem.

Mas o filme não glorifica nem o homem, nem a bomba. Acompanhamos, ao mesmo tempo, várias fases da vida do físico. Com 22 anos, vemo-lo em Camdridge, onde parece não encaixar, acabando por acabar os estudos na Alemanha, antes de regressar aos EUA. Já depois de quase deixar a sua simpatia pelo comunismo e por uma namorada militante, Oppenheimer, homem mais maduro e casado é escolhido para liderar o celebre Projeto Manhattan. A bomba fica pronta já depois da rendição alemã e, como se sabe, acaba por ser usada no Japão, o último grande resistente.

Mortificado pela sua criação, o cientista acaba, eventualmente, por se render e viver da sua fama, que lhe granjeia respeito e cargos de respeito onde mantém as suas posições pouco populares de não mais pesquisar e criar bombas. E são as suas posições que fazem com que cheguemos a outro tempo da sua vida, um no qual é ouvido para determinar até que ponto já não era comunista. O presidente da Comissão de Energia Atômica dos Estados Unidos, guardando rancor contra si, tenta espezinhar a influencia política de Oppenheimer submetendo-o a duros e longos interrogatórios, que o humilham e o fazem ver vários a trai-lo.

Oppenheimer é provavelmente o filme da vida de Cillian Murphy, o que não é dizer pouco, tendo em conta a sua longa carreira, cheias de fabulosos personagens, de Tom Shelby a Jonathan Crane (vilão de Batman Begins), passando por Kitten em Breakfast on Pluto. Fazem.lhe boa companhia Robert Downey Jr. como seu inimigo, Lewis Strauss. Mas, Oppenheimer é também uma parada de estrelas que inclui Emily Blunt, Matt Damon, Florence Pugh, Josh Hartnett, Casey Affleck, Matt Damon, Kenneth Branagh e muitos outros. Até Rami Malek, vencedor do Oscar de Melhor Ator há um par de anos, aparece por ali, para poucas cenas.

Um triunfo.