Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Estante

A Estante

Cuba Libre (2022)

Outubro 19, 2023

Design sem nome.pngCubra Libre continua a contar a história de evolução da ficção nacional, em termos de qualidade técnica, qualidade de narrativas e de representação. Desta vez, debruça-se sobre a história verídica de Annie (Beatriz Godinho), filha do diretor da PIDE e criada num contexto de privilégio que acaba por abraçar a causa comunista em Cuba e apaixonar-se por…Che Guevara. Rebelde desde o nascimento, Annie, jovem bonita e culta, sempre quis pensar pela sua cabeça, entrando em conflito aberto com a mãe e tendo sempre o amor incondicional e permissivo do pai, rema sempre contra a maré, tentando escapar ao tédio da Lisboa dos anos 50 e 60, que pouca emoção lhe traz. Quando conhece um diplomata suíço, vê a sua oportunidade de aventura e depois de largos de meses de tédio, consegue o quer, quando o marido é colocado em Havana, assistindo à crise dos misseis de Cuba in loco. Annie Silva Pais entregou-se então à revolução.

Fome (2023)

Outubro 16, 2023

Design sem nome.pngVer Fome, no Netflix, permitiu-me ter uma das primeiras experiências com o cinema tailandês, o que é sempre interessante. Aqui, seguimos a vida de Paul, um chef (Nopachai Chaiyanam), autoritário, perfecionista e figura de culto, que gere um restaurante de topo, no topo de um arranha céus e faz eventos privados para a nata da sociedade local. Bem mais pobre e menos sofisticada é Aoy (Chutimon Chuengcharoensukying) que trabalha no modesto restaurante do pai, manuseado com mestria um wok para fazer pratos populares. Quando um membro da equipa de Paul a aborda, Aoy não resiste a tentar a sorte no mundo da alta cozinha, deixando a família e tudo o que conhece para trás, tentando aprender e superar o mestre.

Fome não tem o visual cru que seria de esperar nem uma história tão dura como poderia fazer sentido mas a sua abordagem "fácil" e "comercial" funciona e sabe bem. 

Sex Education (2019-2023)

Setembro 25, 2023

Design sem nome.pngÀ quarta temporada, Sex Education despede-se. E foi uma bela jornada, na qual acompanhamos Otis (Asa Butterfield) um adolescente tímido no habitual ambiente feroz de um liceu, mesmo que este liceu pareça mais cool do que todos os outros. À medida que vai encontrado o seu espaço, acaba por passar por dois acontecimentos determinantes: apaixona-se por Maeve (Emma Mackey) e abre uma clínica de educação sexual na escola, ajudando os seus colegas, com a sua sensibilidade e os conhecimentos adquiridos junto da mãe, essa sim, a terapeuta sexual de renome, Jean (Gillian Anderson). Nesta nova temporada, pouco depois de Otis e Maeve finalmente se entenderem (beijarem) ela muda-se para os EUA, onde vai estudar e ele, com vários dos amigos de sempre, para uma escola WOKE e com vários desafioos a conquistar. Acaba em beleza, uma das mais frescas séries dos últimos anos.

Rabo de Peixe (2023)

Junho 12, 2023

Design sem nome (17).pngRabo de Peixe é um fenómeno mundial, estando nos tops da Netflix. Não sendo a série do ano, é motivo de orgulho para a ficção local. Tem excelentes atores a fazerem muito bem o seu trabalho; tem uma história original que se desenrola de forma competente; é bem filmada e tem um visual interessante. É verdade que descai para um lado demasiado POP, pouco condizente com a pobreza e melancolia dos Açores, mas sem isso, a série seria menos comercial e ser comercial não é necessariamente algo mau.

Rabo de Peixe leva-nos ao início dos anos 2000 quando um barco ao largo dos Açores perde a sua carga: 500 quilos de droga. Se parte dá à costa e é apreendida, outra grande parte fica à mercê dos mais conhecedores dos mares. Eduardo (José Condessa) segue a maré e encontra uma boa parte da carga. Ele que sempre foi pobre, só tem a memória da mãe e o pai, cego. Vê no pó um sinal de mudança de vida, finalmente. Para se fazer rico, conta com a ajuda dos melhores amigos: Carlinhos (André Leitão), gay frequentado por homens casados que dele têm vergonha; Rafael (Rodrigo Tomás), estrela de futebol na adolescência e agora pescador/pequeno criminoso e a sua namorada e amor de Eduardo, Silvia (Helena Caldeira). Mas, a riqueza fácil bate de frente com a polícia (Maria João Bastos e Salvador Martinha) e dos bandidos, locais (Albano Jerónimo ou Afonso Pimental) e internacionais (Francesco Acquaroli e Marcantonio Del Canto).

Rabo de Peixe, uma das mais pobres e esquecidas freguesias de Portugal, é apenas pano de fundo e possivelmente as vidas sem esperança das suas gentes seriam melhor retratadas noutro registo mas esta aventura que mete mulheres de bikini e cabelo rosa, bem como alguns estereótipos e episódios sem grande surpresa, no geral, é um belo produto que acrescenta bastante ao streaming em português.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub